Cachorro Preto, o Visitante do Cardeal - Lendas Urbanas, Relatos Sombrios


Um Cardeal de Londres é surpreendido por um cão negro que, em uma noite como outra qualquer, invade seu quarto e você não imagina o que aconteceu ao bom homem de Deus...

Os cães negros relatados em lendas urbanas assustadoras não são meramente caninos de cor escura, eles são grandes, cães semi-fantasmas, com pelo que consegue ser mais escuro do que a noite mais sombria e seus olhos queimam como brasas vermelhas. Pessoas que o viram descrevem-no sempre desta maneira.

Esses cães espectrais se caracterizam por possuírem a habilidade de aparecer e desaparecer em frações de segundos e podem ser tão sólidos como os cachorros de carne e osso ou tão voláteis quanto a fumaça de um cigarro sempre que desejarem.

As antigas lendas urbanas trazem registros que o colocam para além de uma origem demoníaca, sendo muitas vezes citado como o próprio Satanás, e como um presságio de Morte. No entanto, relatos recentes de encontros reais, o descrevem mais como uma criatura relativamente amigável, com atitudes que soam estranhamente como um instinto de proteção.

A mais antiga lenda verificável de um Cão Negro remonta aos anos de 1552. Naquele ano, contam os registros que o Santíssimo Cardeal Crescentius, que habitava a Cidade de Londres, estava ocupado escrevendo uma carta ao Papa, quando foi surpreendido por um cachorro preto enorme que apareceu em seu quarto e se arrastou para debaixo da mesa em que ele estava sentado. Ele o descreve como um animal sinistro com olhos grandes flamejantes e orelhas longas que encostavam no chão.

Assustado, ligou imediatamente para os funcionários virem remover o animal, mas quando lá chegaram, não havia nenhum vestígio da criatura no quarto inteiro. Ele insistia e apontava para o local onde os funcionários deveriam cercá-lo, mas nada puderam fazer.

Pouco tempo depois, o Cardeal adoeceu e permaneceu acamado até o dia de sua morte. Durante o tempo que lhe restou de vida, ele gritava até cansar-se: "Afastem o cão preto! Afastem essa criatura demoníaca! Era uma ameaça desconhecida, que apenas ele podia ver.

Fontes e agradecimentos:
"London's lamentations: or, A serious discourse concerning that late fiery Dispensation that turned our (once renowned) City into a ruinous Heap", escrito por Thomas Brooks.

Assista ao Vídeo



Postagens relacionadas (CLIQUE AQUI)