Relatos Sombrios: "Assombrado por uma Garota Morta"


Kendy B., de Nova Iorque, sempre sentiu que sua casa estava assombrada, e uma imagem misteriosa poderia ter provado isto, muito pouco tempo depois.

************

Eu nunca fui o tipo que costuma acreditar em coisas paranormais, embora eu ache esses assuntos bem legais, mas eu nunca pensei que eles eram reais... até poucos anos atrás.

Em 2010, minha família e eu nos mudamos para uma nova casa em Port Chester, Nova Iorque. Devido a todas as coisas que eu experimentei, eu realmente não gostava daquela casa, mesmo que fosse uma casa bastante agradável. Tudo começou quando eu teria que cuidar do meu irmão mais novo à noite, enquanto os meus pais iam trabalhar. Honestamente, eu não me lembro onde a minha irmã mais velha estava, ela nunca estava lá.

Eu nunca conseguia dormir à noite, encarar o meu quarto. Eu tinha que virar para a parede e me esconder debaixo das cobertas. Eu sempre sentia uma presença bem em frente de mim, quando eu estava em meu quarto. Isso me fazia ficar apavorado e sentir calafrios à noite. Era a pior parte do dia.

Meses depois, senti essa presença novamente.

Eu estava sozinho em casa enquanto meus pais estavam em uma festa. Eu deixei todas as luzes ligadas porque, devido às experiências, eu ficara mais cauteloso. Eu estava usando o computador quando do nada e, de repente, senti a presença inquietante novamente - bem atrás de mim. Eu fiquei tão congelado que eu não podia me mover. Nem mesmo uma polegada. Eu não sei se era uma paralisia ou se eu estava apavorado demais para olhar para trás e ver o que era a criatura ou espírito que estava olhando para mim. Eu não sei o que era, mas era um sentimento forte.

Depois de três minutos mais ou menos, eu senti que a coisa saiu de perto e eu poderia finalmente me mover de novo. Naquela noite eu fiquei apavorado. Além disso, o porão era o lugar mais assustador da casa. Era muito frio lá embaixo e eu podia sentir que sempre havia alguém olhando para mim.

Uma noite, eu estava olhando algumas fotos no celular de minha mãe. Eu era o único que tirava fotografias na família e quando inocentemente olhava essas fotos, eu vi uma imagem que eu juro que nunca tirei. Foi tirada da cozinha, e havia uma menina com cabelo liso e longo, com um vestido branco no canto da imagem. Eu fiquei com medo e mostrei à minha mãe e ela pensou que eu estava pregando uma peça nela.

Algumas semanas mais tarde, minha mãe saiu para ir a uma loja e me disse que meus primos estavam vindo naquele dia. "Tudo bem", pensei. "Seriam apenas alguns momentos sozinho em casa", tentei me convencer. Logo que mamãe saiu, nada aconteceu, e quase uma hora depois, eu já me sentia mais confortável. Eu estava saindo do banheiro quando vi a maçaneta da porta do porão mexer agitadamente. Alguém estava empurrando a porta para trás e para a frente e parecia que alguém estava tentando entrar realmente. Pensei: "Como pode alguém tentar entrar por aquela porta? Nós só a usamos para chegar ao porão e você precisaria de chaves para abrir a porta que dá para o quintal para chegar a esta porta.

Perguntei quem era, mas não houve resposta. Em seguida, o movimento da maçaneta parou, então eu abri a porta. Ninguém estava lá. Eu pensei que os meus primos estavam por trás do muro e iam saltar para fora para me assustar, então eu esperei. Nada. Então eu fui para o corredor e não vi ninguém. A porta do porão estava aberta agora. Eu rapidamente fechei a porta e ainda não podia acreditar no que aconteceu.

Depois de um tempo, nos mudamos para uma casa diferente, eu estava no computador e decidi fazer uma pesquisa sobre aquela casa. Eu encontrei um velho artigo onde se diz que em 1800, havia uma garota de 20 anos que tinha morrido sob circunstâncias suspeitas, poucos dias depois de seu casamento, naquela casa. É meio que chocante que essa menina do artigo seja tão parecida com aquela que eu vi na foto do celular da minha mãe. Ela não me pareceu um espírito ruim, mas o desconhecido sempre nos causa sensações desagradáveis.

***********