02/02/2016

John Aasen, o Gigante de Hollywood



Este é o esqueleto daquele que foi considerado o homem mais alto do mundo, o ator John Aasen (1890-1938), que fica em exposição em tempo integral no famoso Museu Mütter,que guarda arquivos de patologias médicas e exposições biológicas um tanto bizarras, localizado na Faculdade de Medicina na Filadélfia, Pensilvânia.


Nascido em Minneapolis, Minnesota, era filho de Kristi Danielsen, uma mulher norueguesa extremamente alta, com 2,20 m de altura e de Alfred Aasen. Sua mãe morreu quando ele tinha 12 anos e foi criado por uma outra família. Quando vivo, ele media 2,74 m de altura e trabalhava como empregado em um circo como uma das atrações "Freak Show" (Show de Aberrações) ou "Sideshow Freak" (Aberrações Secundárias). Devido à sua altura, também foi usado em filmes de Hollywood. Aasen era maçom. Morreu de pneumonia. Seu corpo foi dissecado por um médico no Missouri e suas "carnes" foram cremadas, mas seu esqueleto virou peça de museu.