Terríveis Colisões na Estação Mikawashima - Historia: Acidentes e Desastres


O incidente na Estação de Mikawashima trata-se de um acidente múltiplo envolvendo a colisão de um trem de carga e dois comboios de passageiros, no dia 03 de maio de 1962, em Awaraka, região de Tóquio, Japão. Um dos acidentes de trem mais horríveis da história. Confira!

Estação de Mikawashima

Na data em questão, às 21:36h, um trem de carga vindo da Estação de Mito, no Estado de Ibaraki (nº 287) aproxima-se para juntar-se à Linha Principal de Joban, na Estação de Mikawashima e não conseguiu parar no sinal vermelho. Um mecanismo de segurança desviou o trem de carga para um tapume, evitando uma possível colisão frontal devastadora com algum trem que viesse em sua direção. No entanto, o trem de carga viajava a uma velocidade muito alta e acabou descarrilando no tapume, deixando a locomotiva deitada, obstruindo a linha principal.



Nesta mesma hora, exatamente às 21:36h, um trem de passageiros com 7 vagões (de nome 2117H) deixa a Estação de Mikawashima com destino à Estação de Toride, no Estado de Ibaraki, vindo da Estação de Ueno, região de Tóquio. Embora o sistema de segurança tenha evitado a colisão frontal, o comboio de passageiros atingiu o trem de carga que obstruía a linha, resultando em 25 lesões.


Os passageiros sobreviventes utilizaram as alças de fuga de emergência e começaram a caminhar de volta para a Estação. Mas o inevitável ainda estava por vir: os operadores da linha, da caixa de sinalização nas proximidades estavam ocupados demais lidando com as consequências da primeira colisão e não notificaram outro tráfego na Linha.



Seis minutos após a primeira colisão, um outro trem de passageiros (de nome 2000H) colidiu com o já extremamente danificado 2117H, que se encontrava descarrilado e em meio a escombros do trem de carga. Ele atingiu em cheio muitos dos passageiros que escaparam da primeira colisão. O primeiro vagão foi esmagado e os outros três seguintes descarrilaram também.


O final de tudo isso foram 160 mortes e 296 feridos. Um evento que o Japão jamais se esquecerá, pelo horror causado nos envolvidos, nos sobreviventes, nos funcionários e nas famílias dessas pessoas.


Como resultado deste terrível acidente, a JNR (Japanese National Railways), hoje conhecida como JR, e um dos transportes públicos mais utilizados no Japão, mudou sua política operacional de segurança, de "não parar trens, a menos que seja absolutamente necessário", para "parar trens imediatamente, logo que um acidente acontece, independentemente de sua escala". Um sistema automático, introduzido em abril de 1966, faz a paragem imediata dos comboios que se aproximam, assim que o sinal fica vermelho.
Aqui estão outras fotos do Desastre:



Este acidente é conhecido no Japão como "三河島事故 Mikawashima Jiko". E, abaixo, você vê as imagens do memorial das vítimas deste acidente, que se encontra na própria Estação de Mikawashima.



Assista ao vídeo, com imagens reais deste triste evento:


Curta nosso Facebook e nosso Canal no YouTube: