A Cadeira Assombrada de Thomas Busby - Objeto Maldito, Fantasmas


A Cadeira Amaldiçoada de Busby ou a Cadeira do Homem Morto é uma cadeira de carvalho supostamente assombrada que foi amaldiçoada pelo assassino Thomas Busby antes de sua execução por enforcamento em North Yorkshire, Inglaterra. Confira os detalhes.

Origem da Lenda

Esta maldição começou no século 18. Em 1702, Daniel Awety, um falsificador de moedas, comprou uma fazenda e a nomeou de Danotty Hall (veja no Google Mapas: 54°15'19.4"N 1°26'28.0"W), na zona rural de Kirby Wiske, Inglaterra. Ele armou todo um esquema de passagens secretas e saídas de fuga para poder tocar seu negócio ilegal à vontade.

Pousada de Thomas Busby
Daniel Awety tinha uma filha, Elizabeth, e um homem que vivia na região, chamado Thomas Busby, que possuía uma pousada a quase 5 km (3 milhas) da fazenda, se apaixonou por ela e os dois acabaram se casando. Daniel não aprovava muito o casamento, pois sabia que Busby era um homem dado às bebidas, mas não pôde fazer nada. Logo os dois tornaram-se parceiros no negócio ilegal das moedas.

Certo dia, Busby bêbado, como de costume, voltou para sua pousada e encontrou seu sogro e Elizabeth esperando por ele. Awety tentava convencer a filha a abandonar Busby, certamente por causa da bebida ou por conta de algum desentendimento nos negócios. Os dois homens discutiram acaloradamente e de repente, Busby percebeu que Awety estava sentado em sua cadeira favorita. Ele exigiu que saísse imediatamente, mas o sogro se recusou. Foi quando Busby perdeu a paciência e chutou Awety para fora da pousada.


Mais tarde, naquela mesma noite, Busby tomado por intensa raiva, infiltrou-se em Danotty Hall e assassinou Awety espancando-o até a morte com um martelo de forjar moedas e escondeu o corpo na mata das proximidades. Algumas versões dizem que ele o estrangulou. Mas quando notaram que Awety tinha desaparecido a polícia local organizou uma busca. O corpo de Awety foi encontrado e Busby foi preso e condenado à morte por enforcamento.

No dia de sua execução, Busby estava bêbado e teve de ser arrastado de sua cadeira favorita. Enquanto era levado à forca, ele amaldiçoou a cadeira prometendo que "qualquer um que se atrevesse a sentar em sua cadeira teria uma morte súbita e violenta." Foi enforcado no cruzamento Sandhutton, perto de sua pousada, e posteriormente enterrado nas proximidades.


Nos anos seguintes, por causa da ameaça de Busby, a pousada foi renomeado de "Busby Stoop Inn", algo como "A Pousada da Forca de Busby". O novo proprietário de início não acreditava nesta maldição e manteve a cadeira no chão para o uso normal. Com a propagação da notícia da maldição, visitantes curiosos começaram a vir de todos os lugares.

Houve também relatos de que Thomas Busby assombrava a pousada. Testemunhas confiáveis ​​anunciaram que tinham visto o fantasma de Busby vagando no segundo andar. Isso chamou ainda mais visitantes ao Busby Stoop.

Mortes Relacionadas

Um limpador de chaminés que se sentou na cadeira em 1894 foi encontrado morto na manhã seguinte, enforcado em um poste perto de onde Busby foi executado. O inquérito da época diz que ele teria se suicidado, mas este incidente selou a crença das pessoas nesta maldição.

Algumas pessoas muitas vezes desafiavam amigos a se sentarem na cadeira, embora muito poucos o tenham feito. Os poucos que tiveram a coragem de assumir o desafio tiveram finais tempestuosos.


Durante a Segunda Guerra Mundial, ao longo da estrada onde ficava a pousada, um aeroporto foi construído para que as Forças Armadas Aéreas Canadenses pudessem usar. Os pilotos muitas vezes iam tomar cerveja da pousada. Vários deles se atreveram a sentar na cadeira de Busby. Esses nunca mais voltaram para casa depois das missões de bombardeio sobre a Alemanha.

O proprietário conta que em 1967, dois pilotos da Força Aérea Real Britânica que bebiam no local, desafiaram um ao outro a sentar na cadeira. Ambos se sentaram e mais tarde, naquele mesmo dia, o carro deles bateu em uma árvore e os dois homens morreram a caminho do hospital.

Em 1968, Tony Earnshaw comprou a estalagem de Busby Stoop Inn e inicialmente descartou a maldição de Busby, pois a considerava um absurdo, embora tivesse presenciado o evento dos dois pilotos em 1967. Todavia, anos mais tarde, ele relatou vários incidentes fatais e isso começou a preocupá-lo. Ele conta, por exemplo, o caso de um motoqueiro que morreu logo após deixar a pousada e o de um andarilho que pegou carona e foi derrubado de um caminhão e morreu dois dias depois de visitar o lugar. Também houve um homem local nos seus trinta anos que morreu de um ataque cardíaco fulminante uma noite depois de se sentar nesta cadeira.

Earnshaw também relata a história de um grupo de construtores almoçavam na pousada e desafiaram um jovem trabalhador a se sentar nela. Este jovem obedeceu e depois de voltar ao local da construção caiu de cima de um telhado e morreu. Após esta morte o proprietário guardou a cadeira em um depósito no porão, longe do público.

Museu de Thirsk
Em 1978, um entregador, após descarregar as mercadorias encomendadas pela pousada no depósito, sentou na cadeira para descansar. Ele disse ao proprietário que era muito confortável. Ele sugeriu que uma cadeira tão boa não devia estar trancada em um porão úmido. Depois de algumas horas após isso, o caminhão saiu da estrada e caiu em um desfiladeiro, matando-o. Foi quando finalmente o dono pediu que a cadeira fosse removida para o Museu de Thirsk e pendurada para garantir a segurança dos curiosos. Desde então, ninguém mais se sentou nela. A cadeira ficou dentro da pousada durante 275 anos.

Registros Históricos

Um impresso chamado "The History of York", publicado em 1858, registrou o assassinato de Daniel Awety em 1702. Os registros paroquiais de Kirby Wiske confirmaram o enterro de Awety no dia 7 de junho de 1702. Aliás, os primeiros registros da paróquia revelaram pela primeira vez, a possibilidade de um homem chamado Christopher Shaw, ser cúmplice de Thomas Busby. Isso porque Shaw foi enforcado pelo assassinato de um tal de "D. Notty", e enterrado no dia 4 de agosto de 1702, no cemitério de Thirsk.

Cadeira de Busby, no canto superior, à esquerda, no Museu Thirsk
Entretanto, não há nenhum registro formal da "cadeira de Busby Stoop" ou de sua famosa maldição até meados do século 20. Os relatórios desde então seriam limitados a especulação da imprensa.

Cooper Harding, curador do museu de Thirsk, disse que a pena por cortar moedas ou falsificá-las na época era realmente a morte.

Neste ponto é importante ressaltar, que a pena de morte era levada muito a sério em relação a crimes envolvendo esta prática. Podemos citar o caso de Barbara Spencer, acusada do crime de falsificação de moedas, e que foi queimada na fogueira em 5 de julho de 1721, em Tyburn, na Inglaterra, uma localidade que era famosa pela realização de execuções.

Ainda segundo Cooper Harding, infelizmente os registros de York Assizes do ano de 1702 foram perdidos, portanto, as informações sobre onde e quando Busby realmente foi enforcado não são claras. Não há nenhuma evidência ou nenhum documento oficial, que registrasse a existência de um assassino que rogou uma maldição em uma cadeira.

Relatos na Literatura sobre Thomas Busby

Ralph Thoresby (1677-1724)
O primeiro relato sobre Thomas Busby teria surgido em um livro chamado "The Diary of Ralph Thoresby". Ralph Thoresby foi o primeiro historiador da cidade de Leeds. Era muito respeitado, e em uma de suas viagens em 17 maio de 1703, ele escreveu o seguinte trecho na página 425 de seu diário: "Ao longo das margens do rio Swale, passo pelos jardins muito agradáveis de Sir William Robinson, que recentemente se tornou prefeito de York, porém alguns quilômetros mais a frente vejo o triste corpo do Sr. Busby, enforcado por ter assassinado seu sogro, Daniel Anty, que antigamente era um comerciante de tecidos em Leeds. Ele ganhou dinheiro honestamente devido a suas habilidades, e também pela suspeita de falsificação de moedas, que então fizeram com que ele conseguisse ter essa propriedade, que na ocasião foi cenário de sua morte".

Entretanto em 1859, um homem chamado William Grainge, que também foi antiquário, poeta e historiador de Yorkshire, escreveu um livro chamado "The Vale of Mowbray: A Historical and Topographical Account of Thirsk and its Neighbourhood".

Capa do livro original de William Grainge de 1859
Na página 157 de seu livro ele diz: "No ponto onde a estrada de Ripon até Thirsk cruza com a estrada de Topcliffe até Northallerton, próximo de um vilarejo, fica um bar chamado "Busby Stoop", cujo nome se origina devido a um enforcamento ou uma estrutura que foi erguida em razão de um homem chamado Busby, que foi condenado por um crime de assassinato em 1702. Dizem que seria devido a morte de Daniel Autie, que poderíamos abreviar como Dan Auty ou quem quer que fosse que morasse na casa de campo, agora chamada de "Dannoty Hall", que era um fabricante de moeda falsa e suas dependências eram equipadas para exercer tal negócio secretamente. Busby se casou com sua filha e acabou o ajudando em suas práticas ilegais, mas há muito tempo ele desejava ter o controle do negócio para si mesmo, por mais que Daniel não quisesse. Sendo assim surgiu uma discussão entre eles, que culminou quando Busby o assassinou. Em detrimento disso Busby foi julgado, culpado e enforcado na encruzilhada perto do lugar que ainda mantém o seu nome. Nenhum vestígio do enforcamento existe mais, nem mesmo está na memória do mais antigo morador da localidade. O nome por si só continua a contar um conto melancólico para alertar sobre uma terrível punição, na qual se credita a toda nossa humanidade".

Mais recentemente, em 2010, em um livro de Geoffrey Howse chamado "Little Book of Yorkshire", é repetida de forma bem resumida a mesma história, acrescentando o fato que a localidade seria assombrada pelo espírito de Busby.

Dados Contraditórios

A morte do limpador de chaminés em 1894 era um mistério até 1914. Naquele ano, o amigo que estava bebendo com ele, morreu sem um centavo sequer em um reformatório local. Em seu leito de morte, ele confessou ter "amarrado" o limpador de chaminés a uma cerca perto do bar, para então roubar a sua bolsa, que continha apenas dois pences, que hoje seria equivalente a R$ 0,10. Tudo indica, apesar de suas palavras, que ele o tenha matado e assim o limpador de chaminés não tivesse sido vítima da maldição da cadeira.

Segundo o registro oficial daqueles quatro esquadrões da Força Aérea Real do Canadá, que se hospedaram no "Busby Stoop Inn" durante a Segunda Guerra Mundial, foi revelado um índice de abatimento de aeronaves inferior à média de 1,65%, considerando um universo de 11.000 incursões. Se o índice era bem abaixo da média, a morte dos pilotos teria sido mesmo devido a maldição da cadeira ou apenas mais uma fatalidade da guerra?

Análise de um Especialista

Adam Bowett, renomado historiador independente de móveis, analisou a cadeira, por parte de terceiros, através de fotos em algum ano anterior a 2007 e esta análise foi citada no jornal local "The Northern Echo", em 30 de outubro de 2014.

Em sua análise ele teria dito que as hastes do encosto da cadeira, e seu eixo entre as pernas, teriam sido fabricadas de maneira mais industrial, enquanto as cadeiras do século 17 eram feitas com uma espécie de torno artesanal feito de madeira, chamado de "pole lathe".

"A cadeira de Busby Stoop é um estilo conhecido como cadeira Caistor, devido à sua associação com o fabricante de cadeiras John William Shadford. Shadford trabalhou ao norte da cidade Lincolnshire, na cidade de Caistor entre 1843 e 1881. É pouco provável que seja mais antigo do que 1840, e poderia ter sido feito praticamente na virada do século", disse.


Na figura acima, a comparação entre a cadeira amaldiçoada de Thomas Busby, pendurada na parede no Museu de Thirsk, na Inglaterra (à esquerda), com a cadeira "Caistor" nº 35 (à direita), um entre os mais diversos modelos fabricados por John William Shadford entre 1843 e 1881. Em sua conclusão, Adam Bowett afirma que a cadeira no estilo Caistor, teria sido fabricada após 1840, ou seja, no mínimo 138 anos após a morte de Busby. Se aquela que está no museu é uma réplica, onde foi parar a original? Ou tudo isso não passa de uma lenda?

Turismo e Relatos


Uma forca ao lado do Busby Stoop Inn simbolizando, que naquele local, Thomas Busby havia sido enforcado.

Grupos paranormais frequentemente faziam sessões a noite para tentar entrar em contato com o espírito de Thomas Busby, que segundo a lenda local ainda assombra a estalagem há mais de 300 anos.

"Estive aqui durante os últimos sete anos e os moradores ainda têm medo da cadeira e sua maldição. Eu vi alguém no andar de cima, era um ser humano muito alto, alguém sem braços e sem um rosto definido. Em seguida desapareceu através de uma parede. Eu fiquei totalmente aterrorizada", disse Karen Christopher Rowley, uma das últimas proprietárias do Busby Stoop, em uma matéria publicada em uma revista regional britânica chamada "The Dalesman".


Foto tirada em 2011 de um grupo que foi até o Busby Stoop para tentar fazer contato com o espírito de Thomas Busby. Na época o grupo alegou que após uma pergunta feita sobre a morte de um sogro, o copo se moveu indicando que sim. Os donos na época proibiram o uso da tábua Ouija.


O mesmo grupo tentou uma outra forma de contato no lado de fora do Busby Stoop Inn através de um método, que ele chamaram de "caixa fantasma" que seria uma forma de fazer contato como se fossem "batidas em uma mesa".


Quadro que ficava em uma das paredes do antigo Busby Stoop Inn, e que ilustrava quem seria Thomas Busby. Não há detalhes de quando nem por quem este quadro foi feito.

Notícias Recentes

Segundo uma reportagem do jornal britânico Northern Echo, publicada no dia 29 de outubro de 2014, o Sr. Cooper Harding, curador do museu de Thirsk, disse que a cadeira recentemente tinha atraído uma oferta de 1 milhão dólares de um colecionador americano, que foi posteriormente recusada.

O Sr. Harding completou dizendo que: "No início do ano de 2004 uma equipe de filmagem japonesa ficou muito chateada quando não dei permissão para que eles se sentassem na cadeira. A equipe inclusive prestou uma queixa na cidade de Northallerton e mais tarde perguntaram qual seria a pena que teriam que arcar caso desobedecessem às nossa regras. Eles foram informados que a pena seria a morte". Ele ainda acrescentou: "Nós poderíamos ter conseguido muito dinheiro para o museu se tivessemos permitido que os visitantes se sentassem na cadeira, mas uma promessa é uma promessa".

Curiosamente em 2014, 10 anos depois deste incidente, em um trecho da newsletter de janeiro de 2014 do Museu de Thisk, o Sr. Harding relatou ter recebido uma outra equipe de TV japonesa: "... uma equipe de TV japonesa filmou a temida cadeira do Busby Stoop Inn. Desta vez recebemos Ito Asako, uma atriz bem conhecida na TV japonesa. que teve uma breve passagem por este país, realizando uma gravação para sua série chamada Mystery Tour, e estava vestida como Sherlock Holmes. A história do Busby Stoop foi contada, a cadeira foi cautelosamente examinada, e um veredito foi pronunciado. Foi-nos prometido um DVD do programa para vermos o que foi dito."

Ito Asako
A cadeira de Thomas Busby foi retratada no episódio 26 de um polêmico anime chamado "Hetalia: Axis Power", que foi ao ar pela primeira vez no dia 17 de julho de 2009, pela internet. Cada episódio do anime tinha apenas 5 minutos, e era baseado no mangá "Hetaria Akushisu Pawāzu", escrito por Hidekaz Himaruya. Esta é o principal motivo pelo qual a cadeira ainda atrai tantos turistas asiáticos, principalmente chineses e japoneses, ao museu de Thirsk.

Hetalia: Axis Power 26
Em 2012, a pousada fechou e hoje em dia o "Busby Stoop Inn" deu lugar a um restaurante indiano chamado "The Jaipur Spice". Muitos moradores da região, cidades vizinhas e também por toda a Inglaterra lamentam que uma grande parte dessa história tenha sido perdida.


Enfim, seja qual for a origem da cadeira Busby Stoop e sua maldição, os moradores acreditam que a antiga estalagem ainda é perseguida pelo espírito, que nunca descansou em paz, de Thomas Busby. Provavelmente a cadeira continuará sendo a mais amaldiçoada do mundo enquanto acreditarmos em sua lenda.

Esta Matéria em Vídeo

Inscreva-se no nosso canal, todos os dias saem vídeos muito interessantes, de assuntos variados. Você também terá acesso às melhores séries de conteúdos da internet. Compensa dar uma passadinha lá e ver nosso acervo!



Redes Sociais

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro de tudo, veja vídeos bem legais e os melhores do Horror Quote, além de curiosidades incríveis, todos os dias. Vale a pena dar uma olhada!


Fontes e Agradecimentos:
Assombrado.com
Seeks Ghosts
Unsolved Mysteries
Haunted Rooms